quarta-feira, 31 de março de 2010

O eu-lírico de mim mesma

Incompreensão absoluta do máximo abstrato de meu íntimo,
Interior incompleto incógnito.

Sorrisos.

2 comentários:

Rubens disse...

lol Oo ^^

Podolski disse...

que massa thais, nao sabia desse seu dom! Parabéns pelo blog, mto massa!
beijao!

Ocorreu um erro neste gadget