sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Já dizia Gullar...

"eu mudo, o mundo muda e a poesia irrompe donde menos se espera"
Mas alguém já parou pra pensar, porque sempre queremos mudar algo em nós?
Isso é algo que tem ocupado a minha cabeça ultimamente, principalmente porque, se tem alguém querendo sempre algo diferente, esse alguém sou eu.
E hoje, mais do que nunca, eu entendo o que a minha mãe me dizia: às vezes, a mudança tem que vir de dentro de nós. Precisamos saber olhar pra dentro e enxergar quando o "algo errado" da nossa insatisfação é com a gente mesmo, e não com os outros como pensávamos.

:)

só pra constar: brigada ao Eugênio que finalmente me ensinou como colocar um contador no meu blog :D

3 comentários:

Thaís disse...

é, eu sei que ficou uma droga :(

Marco disse...

Eu gostei, ;)

Ġ¡ disse...

você escreve bem!
eu tb gostei!
(:

Ocorreu um erro neste gadget